Making my dreams come true

I belive I can fly ♪

Everything to me 30/06/2011 04:35 PM

Filed under: Besides Au Pair — Nessa Riani @ 16:35
Tags: , , ,

Como disse, escrevi sobre algumas pessoas da minha família também. Juro que esse é o último e eu, provavelmente, não vou mais fazer nenhum post desse tipo talvez mais um.

.

Olha, antes de mais nada, escrevi sobre quem me deu vontade. Quem não está aqui, significa que não são importantes ou que eu não goste? Não alguns sim, mas você nunca vai saber se é um desses muahahaha. Quem está aqui significa que são os mais importantes? Provavelmente sim (é, sou sincera!), com exceção dos meus pais e meus avós, que eu não escrevi sobre, mas né? Talvez, mais pra frente, eu faça um post só sobre eles.

Parando com a enrolação, vamos ao que interessa.

.

Deborah e Paulo  

Minha priminha que me amassava quando eu era um bebê, que diz que eu parecia um boneco do

Michelin (custei a descobrir o que era isso), que percebe que tá velha quando olha pra mim e diz ‘eu te peguei no colo’ kkkkkkkkk brincadeirinha. Paulo, meu primo emprestado, que é um palhaço, me mata de rir, dorme numa facilidade impressionante   e tem um GRANDE problema: é flamenguista. Doente. Pois é, ninguém é perfeito. Juntos, são o meu casal preferido. Sorry, outros casais.

.

Carol

É minha irmã de férias, com quem eu brigava, conversava, virava noite batendo papo, ria sem motivo algum (lembra uma vez, na casa da vó, que sentamos olhando uma pra cara da outra e choramos de rir?) e emprestava meu nome pras bonecas dela. Foi quem quase me matou de susto no final do ano passado, por quem eu tive que ser muito mais forte do que eu pensava ser capaz, afinal, eu não podia me dar ao luxo de me desesperar também, né? O resto da família TODO já estava pirando, alguém tinha que ficar calmo. Mas enfim, hoje a gente morre de rir, mas tudo que eu fiz, foi de coração e, sinceramente, não acho que tenha sido mais do que minha obrigação.

Luiza

Mariaaaaa. Não vou escrever muito sobre ela porque senão vai virar bagunça. Minha eterna companheiro de loucuras. Cara, ela é minha cópia, venenosa na medida certa, louca do jeito necessário pra ser feliz. Topa tudo que eu invento, bagunça a cozinha toda junto comigo e juramos que estamos cozinhando (pior é que os outros também juram) e nossas receitas só dão certo quando dá tudo errado (lembra do pavê?). Tiramos foto descontroladamente, cada uma mais idiota que a outra, fazemos cemitério no The Sims e book do meu bicho de pelúcia cujo nome é Panqueca. Enfim, chega, né? Quem quiser ter uma noção do que é nós duas juntas, vê o vídeo que eu fiz pra ela.


 Marina

Mary. Minha irmãzinha mais velha. Ciumenta até não poder mais, a pessoa fica brava até porque eu não pedi a ela pra preencher meu Character Reference. Eu faço ela engolir mosquito, ela cospe na minha cara, a gente disputa a atenção da Brisa (que, teoricamente, é dela; na prática, é minha), mas eu amo muito e vou morrer de saudade de ser a única que sabe as escalas dela de cor. É a namorada do policial do BOPE que saiu com um fuzil na mão, na capa do Globo, invadindo a Mangueira beijo, Neyfson. Não resisti, sorry kkkkkkkkk.

.

.

.

Dinha, Leandro, Xande e Rute 

Dinha e Leandro, dois palhaços (é, vocês são) na minha vida, que me abrigam em BH e me pedem

um monte de coisa, como se eu ganhasse na mega sena toda semana, mas eu amo mesmo assim. Não posso falar mal deles porque vou precisar da assinatura do Leandro :). Xande, meu primo louco que, quando eu me dei conta, tinha virado pai :O duas vezes :OO não ficou normal por isso, continua pirado e eu me divirto horrores com ele, mas eu precisava dizer que ele é pai de duas paixões da minha vida. E ele é bom nisso.

Rute vai ganhar até um parágrafo novo =D Um dia eu chego na casa da minha vó e o Xande tava lá, com a namorada nova (a Rute, pra quem não entendeu). Meia hora de conversa, eles foram embora pra BH e um tempo depois me contam que a Rute tá grávida (e eu só a vi grávida mais de 6 anos depois). Passou mais ou menos um ano até eles virem aqui de novo, com a Sara. Fiquei pra todo canto com eles, paparicando minha princesinha e foi quando eu realmente conheci a Rute. Depois disso ela nunca mais se livrou de mim.

.

.

João Vítor

Meu primo/irmão. Tudo que eu tenho a declarar é que ele comprou a camisa mais tecnológica que eu já vi. Tanto que nem ele sabia como funcionava. Ah, e que eu amo muito, também.

Sara, Pedro e Duda

Meu ponto fraco. Minhas paixões. Amo mais que tudo no mundo. Os três. Sem mais.

                                                                  

Rebecca 

Vai entrar na família porque, afinal de contas, são 15 anos de amizade. Um milhão de histórias pra

contar, muitas e muitas risadas, muitas estréias e pré-estréias de filmes, muitas voltas no shopping, viagens, muitos ‘vamos ficar de mal?’. Só ela me liga 1 da manhã sem medo de me acordar. Só ela me liga 1 da manhã pra falar bobagem, conversar sobre o último episódio de alguma série. Só ela passou anos precisando de mim pra traduzir o que ela dizia.

.

.

.

Pronto. Acabou meu surto. Quem ganhou um espacinho no meu blog, ganhou. Quem não ganhou, não ganha mais.

Beijos e desculpem pelo momento meloso. Voltemos à programação normal.

Anúncios
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s